NO AR
AGORA




  • 24/10/17 | 11:47:23
  • 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto

A Reforma Luterana teve início, quando em 31 de outubro de 1517, em Wittenberg, na Alemanha, o monge Martinho Lutero pregou as 95 teses, para a dialogar com o clero e o povo sobre as heresias da época, especialmente a venda de indulgências, isto é, que a pessoas pode comprar o perdão dos pecados, e que a salvação da alma é por méritos, isto é, por boas obras e penitências, e não por Graça e Fé na Obra da salvação realizada por Cristo Jesus.

Lutero combateu essas heresias com os SOLAS = SOMENTE a BIBLIA, SOMENTE a GRAÇA, SOMENTE a FÉ e SOMENTE CRISTO, dão PAZ, PERDÃO, VIDA E SALVAÇÃO!!! Estes são os pilares que nortearam o movimento da REFORM e fizeram de Lutero o 3º personagem do último milênio e que ainda hoje fazem a diferença na igreja e na sociedade.

SOMENTE AS ESCRITURAS - “As Escrituras Sagradas – O Antigo e o Novo Testamentos – são a Palavra de Deus, a única regra de fé, de norma e vida.” A bíblia é a Palavra de Deus e somente ela tem o poder de nos dizer e direcionar como devemos levar uma vida de cristão. A Bíblia sozinha ensina tudo o que é necessário para nossa salvação do pecado, e é o padrão pelo qual todo comportamento cristão deve ser avaliado. A Escritura Sagrada tem a supremacia sobre a tradição. Todas as doutrinas e ensinos estranhos à Escritura devem ser rejeitados. A Bíblia não é um entre os muitos livros sagrados; ela é a eterna e infalível Palavra de Deus. A Bíblia é a voz de Deus em linguagem humana. A Bíblia é a revelação de Deus e por ela temos toda a inspiração de Deus para nossas vidas. Qualquer coisa que seja contraria a isso, deve ser descartada! Os luteranos ensinam que a Bíblia é, em todos os seus termos, a Palavra de Deus; que consequentemente, todos os fatos nela relatados são absolutamente verdadeiros; que ela não contém erro; que ela interpreta-se a si mesma; que ela é a única verdade divina conhecida sobre a terra; que ela deveria ser diligentemente ouvida e estudada; que ela anuncia a salvação pela fé em Jesus Cristo. Veja: 2 Pedro 1.21; 1Coríntios 2.13; João 5.39; Lucas 11.28 - "Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver" (2Tímóteo 3.16).

SOMENTE A FÉ - O princípio "Sola Fide" é a afirmação de que o homem é justificado única e exclusivamente pela fé, sem o acréscimo das obras do mérito humano. Segundo a tradição reformada é o artigo pelo qual a igreja é sustentada. A justiça do Evangelho de que não nos envergonhamos é o poder de Deus para salvação. É do princípio ao fim pela fé pois, conforme a Carta de Paulo aos Romanos: O justo viverá pela fé. A fé que justifica o homem é dom de Deus, é o meio pelo qual a justiça de Cristo é imputada ao pecador. Não há glória humana nisso. Pela fé somente, os pecados do homem são lançados sobre Cristo, o verdadeiro justo de Deus, que na Cruz cumpriu toda justiça de Deus. Daí o homem, no tribunal de Deus, ser declarado, de uma vez por todas, justo diante de Deus. A Igreja que quer se manter de pé tem de viver pela fé somente.

SOLA GRATIA (SOMENTE A GRAÇA) Vivemos num mundo em que tudo é pago, comprado e conquistado. Nada é de graça. Esta mentalidade, no tempo de Lutero, tinha sido transferida até mesmo para as coisas de Deus. A salvação deveria ser conquistada ou comprada mediante o pagamento de indulgências, cartas de perdão, oferecidas pela Igreja da época. Lutero se voltou contra esta prática. O termo "sola gratia", refere-se a tudo que o homem possui, e, em especial, à salvação, que é pela graça somente, dádiva de Deus. É pela graça somente que o homem é eleito, regenerado, justificado, santificado e glorificado. É pela graça somente que o homem recebe as bênçãos de Deus. Sobre isso Lutero dizia: “Entendo que o pecador é justificado somente pelo amor, pela misericórdia e pela graça de Deus, e nada mais. A graça de Deus me livra da culpa, do poder e da presença do pecado” (Conversas com Lutero, p.224). A Palavra de Deus o afirma: “Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la... (Efésios 2.8,9).

SOLA CHRISTUS (SOMENTE CRISTO) Lutero resgata o ensino bíblico da centralidade de Cristo, como único fundamento da nossa fé e da nossa salvação. Somente Cristo salva, somente Cristo perdoa, somente Cristo nos conduz à comunhão com Deus. O ser humano não tem forças, nem recursos para salvar a si mesmo, por meio de suas obras ou méritos pessoais. Somente Cristo, foi a reação da Reforma contra a igreja secularizada e contra os sacerdotes que afirmavam sua posição especial para mediar a graça e o perdão de Deus. A salvação do pecador é obra exclusiva de Cristo. Em Cristo formos reconciliados com Deus, ele é o único Salvador e exclusivo mediador entre o ser humano e Deus. A Palavra de Deus o afirma: Porquanto há um só Deus e UM SÓ MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS, Cristo Jesus... pelo qual importa que sejamos salvos” (1Timóteo 2.5, Atos 4.12); Eu SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim” (João 14.6).

Desta forma, como integrantes da Igreja Cristã, assumimos o nosso papel de agência de Deus no mundo, firmemente enraizados nos pilares da REFORMA, e também cooperamos na formação da cidadania e na busca de uma vida digna, justa e honrada em nosso país.

SOMENTE A DEUS toda honra e glória pelos 500 ANOS DA REFORMA LUTERANA!!!